Eneaotil

Um post para a Thaís e para todo mundo

Já ouvi de muita gente que escrever um blog é se expor na internet. É deixar um monte de estranho saber que seu filho chama Lucas e tem 7 anos, que você é jornalista, que mora com sua família na Pompéia, um bairro da Zona Oeste de São Paulo. Que namorou e terminou e namorou de novo e terminou de novo. Que é corinthiana, faixa laranja de Kung Fu. Que trabalha em uma ONG de Pinheiros, que é amiga do Júlio, da Aline, da Érica, do Daygo e de mais um milhão de gente. Que é filha da Dona Rose e do Seu Fausto, que toma vinho, cerveja gelada e joga (mal) sinuca. É deixar que um monte de gente que nunca viu conheça histórias do seu passado e compartilhe seus planos para o futuro.

Eu acho que isso é bem verdade. Abrir sua vida dessa maneira permite que pessoas totalmente desconhecidas, com opiniões semelhantes as suas ou não, falem sobre ela. A questão é que a gente tem o valor que a gente tem. Nem menos, nem mais. Justamente por isso eu não acho que contar por aqui que moro na Pompéia me fará sair de casa disfarçada no dia seguinte, graças ao acúmulo de populares em frente ao meu prédio querendo me ver. Não me levo tão a sério.

**

No fim das contas, escrevi toda essa introdução para dizer que tal exposição sempre me valeu a pena. Não me lembro sequer de um comentário grosseiro recebido por aqui ou nos outros dois blogs que tive – recebi algum, com certeza, mas foi tão insosso que já esqueci. Por outro lado, me lembro de boa parte dos mais gentis, daqueles que me deram apoio quando precisei, de todos os e-mails que recebi quando fiquei mal pelo fim do namoro em abril e com a internação do Luquinhas em setembro. Dos argumentos inteligentes discordantes, mas que, mesmo que não tenham me feito mudar de opinião, me fizeram pensar melhor em muitas coisas. Os comentários que me fizeram rir mais do que as situações engraçadas relatadas por aqui. Enfim, colocando na balança, somente pelos comentários já teria valido a pena ter esse blog.

**

O caso é que não são só os comentários que pesam a favor. Muitas das palavras escritas na caixinha de comentário se tornaram vozes de pessoas que gostam de cerveja gelada e um bom papo na sexta-feira à noite. Ou no sábado, que seja. Se eu tivesse feito somente um amigo nesse tempo de blog, teria valido mais que a pena. Só que eu fiz dezenas e sei que virão outras.

**

Em um dia de setembro, cheguei em casa, abri o meu e-mail e tinha uma mensagem da Thaís, namorada do pai do Lucas. Antes de ler, achei esquisito porque apesar de vê-la sempre, não tínhamos a menor proximidade. Nem com o pai do Lucas eu tinha mais, desde que terminamos o namoro. Um sorriso ou outro quando nos encontrávamos no elevador e uma simpatia natural daquelas que a gente tem por quem trata bem o filho da gente. Mas era isso.

Eu achei esquisito receber aquele e-mail porque, além da distância, eu nunca tinha passado o endereço para ela. Enfim, a Thaís escrevia a mensagem para mandar umas fotografias prometidas ao Lucas, mas isso era uma desculpa muito da esfarrapada. “Peguei o endereço do seu e-mail no seu blog. Aliás, aproveito para dizer que sou fã e leio todos os dias. Adoro tudo o que você escreve”, ela disse.

Foi por causa do blog e deste e-mail que eu e Thaís nos tornamos amigas. E foi por causa da Thaís que eu e o pai do Lucas voltamos a ser amigos, anos e anos depois de um silêncio formal que se fazia de 15 em 15 dias, quando ele buscava o filho na porta da minha casa para passar o fim de semana. Hoje a gente costuma sair junto por aí, todo mundo. Para almoçar, para beber cerveja, para falar besteira, para dar risada, para deixar a vida bem mais leve. Para fazer do Lucas um menino ainda mais feliz.

Digo aqui que a Thaís foi a melhor leitura silenciosa que eu já tive. Se não o motivo para eu ter aberto o blog, o motivo principal para eu continuar a escrevê-lo mesmo quando falta inspiração, quando bate o maior dos desânimos para falar sobre qualquer coisa. Porque eu sei que como ela, outras pessoas lêem o blog, quietinhas ou não, gostam de mim e da minha família, me entendem melhor e me desejam o melhor. Por mais que forças sejam contrárias. Essa é a primeira semente de um monte de coisas boas que se pode colher por aí.

**

Em novembro, o blog fez um ano de vida. O Eneaotil me parece mais maduro do que isso, porque nasceu do Indecências, que nasceu do Subversiva. São 270 posts, 2.464 comentários, mais de 250 mil acessos até agora. Uma média de 1.200 visitas por dia nestes últimos meses. Só tenho a agradecer a todo mundo que entra, que comenta ou que silencia. Que elogia e que discorda. Que me faz rir e chorar. Que foi viajar para Buenos Aires com minhas dicas! Que me conhece tão bem sem me conhecer. Ou que me conhece um pouquinho mais já me conhecendo tão bem. Obrigada.

**

Credo, como eu fico emotiva no fim do ano.

93 comentários em “Um post para a Thaís e para todo mundo

  1. dona Rose,
    2 dezembro, 2008

    q bonito isso, minha filha!!!!Tb tenho a Thais como pessoa querida da familia…pelo simples fato dela querer bem ao Lucas e ser sua amiga…Aliás, minha amiga tb.Beijos pra ela, pra todos q vc citou(q eu tb adoro) e proce q tem um lugar especial na minha vida e no meu coração

    (Resp: Nem preciso falar o espaço que você ocupa na minha vida, né? Meu maior exemplo sempre. Amo você, mamis.)

  2. Júlio César
    2 dezembro, 2008

    “São 270 posts, 2.464 comentários, mais de 250 mil acessos até agora. Uma média de 1.200 visitas por dia nestes últimos meses.”

    Tá querendo vender o blog assim, na cara larga!

    Cadê o Edney quando se precisa dele!? :P

  3. Leonor
    2 dezembro, 2008

    Invendável e imprestável.

  4. Sapha
    2 dezembro, 2008

    E eu sou uma das que le quieta! Mas leio todo o dia =D
    Besos da sua fã
    Sapha

    (Resp: Sou fã também e leio todos os posts do seu blog. Aliás, sempre recomendo! Saudades, Sapha. Um beijão)

  5. BK
    2 dezembro, 2008

    e viva a Thais! (heheehheheheehehe)

    e viva a Leonor!

    viva!
    viva!
    viva!

    (Resp: E viva a Beka!)

  6. Karol
    2 dezembro, 2008

    Leonorrrrr….a cada dia que passa eu gosto mais de você, do Luquinha e da sua mãe rsrs…Isso pq eu nem conheço vocês.
    Enfim, você é muito meiga.. (apesar do kung fu) rsrsrs!

    Quem sabe um dia a gente não toma uma cerveja por aí….

    Beijos!

    (Resp: hahahahahaha meiga acho que é elogio inédito, mas gostei. Você é de São Paulo? Se for, fica mais fácil de marcar uma brejinha. Beijocas e obrigada pelo carinho)

  7. Cidão!
    2 dezembro, 2008

    Tbm sou um leitor que silencia, mas adoro seu blog e vc.
    Se parar sentirei saudades!
    Beijo!

    (Resp: Não vou parar não, Cidão. Podexá. Obrigada pelo comentário aqui e pelas leituras. Um beijão)

  8. Ricardo Silveira
    2 dezembro, 2008

    Pissonado.

    (Resp: Pissao da vida. Sou pissonada por você também, nariz)

  9. Glauce
    2 dezembro, 2008

    É Lele, foi também graças ao seu blog que me aproximei de novo de você, mesmo estando do outro lado do mundo! Um delicioso presente que cultivo diariamente ;-)

    (Resp: Muito bom te reencontrar nesse mundo, viu, Glau? Mais cedo ou mais tarde, as pessoas boas se juntam de novo. Quando voltar ao Brasil, quero te ver. Um beijão)

  10. Jaquelyne
    2 dezembro, 2008

    Eu fui pra Buenos Aires com a página do blog impressa no bolso! E uma vez aqui me encantei com o Lucas, com as coisas q ele fala…às vezes me pego rindo lembrando de alguma coisa que ele falou, uma vez uma amiga me viu rindo sozinha e me peguntou o motivo, eu disse q era pq tinha lembrado de uma história que uma amiga tinha contado sobre o filho dela. Acho q ela não entenderia se eu dissesse q era do blog…mas acredito que eu não menti, pq a gente acaba se envolvendo com a sua vida ao ponto de se sentir parte dela. Confuso?
    Bjos

    (Resp: Ah, que bom! Espero que tenha usado as dicas. Eu penso em voltar para lá no que vem e colher mais dicas e mais histórias e mais impressões. Ou de repente ir para outro lugar. Peru, quem sabe? Legal que faz parte da minha vida, sem mesmo nos conhecermos. Continue fazendo, ok? Obrigada pelo carinho e um beijão)

  11. 2 dezembro, 2008

    Não tem como vir aqui e não ficar pissonada por você e por sua família.

    (Resp: Você que vem sempre pra Sampa precisa ir em casa comer uma pizza, hein? Da próxima vez, já está combinado. Um beijão)

  12. Teco
    2 dezembro, 2008

    Sem comentários!

    Aliás, com comentários sim!
    Muitos.

    Olha… eu só criei o meu blog, que perto do seu não chega a ser uma gotinha no oceano, porque não consigo parar de ler isso aqui.
    Vc é fantástica, minha filha! E pro Lucas não tenho nem adjetivos.
    FANTÁSTICA VOCÊ.

    (Resp: Que bom saber que o Eneaotil inspira as pessoas a contar suas histórias. E seu blog é legal, já passei por lá, viu? Obrigada pelo carinho. Um beijo enorme)

  13. Uli
    2 dezembro, 2008

    Menina Lelê, você é adorável. Pode “se sentir”, sim, tá autorizada. Com ou sem populares.
    Pra ter idéia, cheguei hoje em Ctba, liguei pro meu pai e ele “foi bem de viagem? Theo se comportou? Conheceu a Leonor do blog?”. Ou seja, PRO MEU PAI, conhecer você veio antes de “você tá bem, filha?”. Pois é. Focalize.
    E que bom que conheci!
    Beijo, volto sempre!

    (Resp: Uli, querida. Que bom que eu conheci também. Desculpe pelo pouco tempo de papo, mas eu realmente tinha que voltar cedo por conta do Lucas, do Kung Fu, da terça-feira de manhã, do trabalho. Mas fiquei feliz de ao menos ter podido te conhecer e ter rido por umas horinhas das suas histórias deliciosas e do seu senso de humor incrível. O Theo é uma graça e o Cláudio é uma figura. Volto para Curitiba com tempo para dias de papo. Adoro você. Um beijo enorme para todos e um beijo para o seu paiiiiiiiii!)

  14. danilo
    2 dezembro, 2008

    sou mais um, sempre por aqui!

    (Resp: Beijo, Dan)

  15. Débora
    3 dezembro, 2008

    Confesso também que quando estou nos jogos do Timão penso: “A Leonor deve estar aqui”. Que morro de rir toda vez que lembro dos e-mails da Sandra Regina e que hoje falei que queria ter um filho tão legal quanto o seu. Porque pelos seus posts e comentários dos outros dá pra perceber um menino incrível (por sinal tããão difícil atualmente… quase sempre vejo crianças birrentas e egoístas).
    Enfim, parabéns pelo blog, parabéns pelo filho, parabéns pelo seu texto, que é demais, e viva a Thaís!

    Beijos

  16. Débora
    3 dezembro, 2008

    Confesso que o “pissonado do busão” quase me fez comentar, mas fiquei no quase porque você deve me achar meio louca, mas agora não resisti. Uma vez, estava vendo os links do seu blog e achei uma comunidade do Orkut: “eu leio o Eneaotil”. De lá, achei o seu orkut e deixei um comentário no seu scrapbook. Depois de postar, achei um pouco “invasão de privacidade”, fiquei com vergonha e resolvi ficar bem quietinha – mas sempre lendo o seu blog. Hoje não me agüentei e estou comentando – agora no devido lugar.
    Eu, como milhares de pessoas, cheguei ao seu blog através das dicas de Buenos Aires. Gostei tanto do texto que resolvi continuar lendo – e coincidiu que o post era sobre a vitória do Corinthians em cima do Botafogo, que você fala do seu destino, da “D. Leonor da Fiel”. E eu, que antes comecei a ler seu blog por curiosidade, continuei a ler como corintiana. E me envolvi muito, de modo que recomendo o seu blog para todo mundo. Até o meu namorado que odeia blogs e não vê graça em quase nada adorou o seu.

  17. Débora
    3 dezembro, 2008

    Opa, saiu na ordem errada.

    (Resp: A ordem não alterou a essência do comentário, que foi delicioso! Eu cheguei a te responder o scrap? Às vezes não respondo porque simplesmente não tenho dado muita atenção para o orkut. Eu sei, é mesmo um erro, exatamente como o erro de não responder a todos os comentários daqui do blog, mas meu tempo é meio curto de vez em quando. Peço desculpas se não respondi na ocasião. Obrigada pelo carinho, por se manifestar aqui e por recomendar o blog. Um beijo para você e um abraço para o namorado. Continuem por aqui, ok? Beijão!)

  18. juli
    3 dezembro, 2008

    credo! como te amo mais a cada dia.
    como a thaís é legal.
    como eu sou sortuda por ter você só pra mim dia ou outro num almoço.
    como você é ingênua ao achar que não precisará sair de casa disfarçada um dia desses graças ao acúmulo de populares em frente ao teu prédio querendo te ver.

    (Resp: Juba, você é uma figura. Consegue me arrancar gargalhadas altas no meio do trabalho. Amo)

  19. Carol
    3 dezembro, 2008

    Que lindo, que lindo, que lindo!

    Sabe, eu escrevo. Algumas pessoas falam que bem, eu digo que escrevo porque sou cara de pau, porque sem a escrita não dá.

    Quando eu resolvi abrir um blog (depois de muita punheta) pensei justamente na exposição, em colocar minha cara no mundo… E o pensamento seguinte foi: “e daí, o que pode acontecer?”. E o que tem me acontecido, numa proporção bem menor, é justamente o que vc disse: carinho.

    Com meus 30 acessos por dia (50 quando eu comento aqui… hahahah), eu tenho ganhado pessoas bonitas na minha vida. E, só isso, já valeu a pena.

    Ah, viver pe um troço bonito, né?

    Um beijo enorme,

    Carol
    PS. eu gosto de cerveja gelada. Quando vc aparece por aqui? :D

    (Resp: Seu blog é bom, Carol. Os acessos logo aumentarão e aumentarão e aumentarão. Por puro merecimento. E eu volto para o Rio logo logo. Meu irmão mora em Jacarepaguá, é longe, mas a gente dá um jeito de se ver! Viver é muito bonito mesmo. Um beijo em você e nos seus afilhados lindos)

  20. Sabrina
    3 dezembro, 2008

    Depois do comentário no aniversário do Luquinhas resolvi comentar cada vez que um post seu me emocionasse.
    Então pode esperar muitos comentários meus por aí!

    Beijos!

    (Resp: Oba! Espero emocionar sempre então. Um beijão)

  21. vanessa
    3 dezembro, 2008

    só sei que quando fui pra sp na semana passada e chamei lili e gabi pra um encontrinho, quando lili sugeriu chamar você, eu quis muito que tivesse chamado mesmo :P

    hahahaha seu blog é mesmo pissonante.

    (Resp: Fui almoçar com a Lili esse dia e ela chegou a comentar que você estava por aqui. Que pena, mas da próxima vez a gente se encontra! ;) Um beijão)

  22. Ira
    3 dezembro, 2008

    Thaís tem uma luz bonita! Gosto dela …

    (Resp: Ela é uma querida mesmo)

  23. Déia
    3 dezembro, 2008

    Todo dia de manhã após ler meus email´s vou direto pro seu blog e fico tão triste quando não tem um post novo…vc tem o dom Lelê!!!
    beijos

    (Resp: Não fica triste com a minha falta de atualização, querida. De vez em quando eu fico grandes períodos sem postar. Aí você vai entrar em depressão! rs Obrigada, Deinha. Um beijão pra você)

  24. Érika Lima
    3 dezembro, 2008

    Aqui, Leonor, é todo mundo pissonado por você e pelo Luquinhas!! Muitos anos de vida a vocês e ao blog! Bjus!

    (Resp: Eba! Obrigada! Beijão, querida)

  25. Airo
    3 dezembro, 2008

    Ah, não sei se é importante pra você saber isso, mas só me empolguei em abrir um blog por causa do Eneaotil.

    Pareceu-me tão natural a maneira que você fala no blog que a minha vontade de escrever e ser lido foi maior que minha vergonha, o que me fez migrar de um blog ‘escondido’ para um que eu não tenho medo de publicar.

    Eu falo quando tenho vontade, sobre o que eu tenho vontade….sigo um padrão que ‘meio que aprendi’ aqui…de não querer ser um blog a mais, mas ser o meu blog, do meu jeito.

    Então, se um dia eu puder pagar uma cerveja pra agradecer, avise-me :)

    (Resp: Lógico que é importante, adorei saber. Isso é um dos bons motivos pra se ter um blog também e me enche de alegria mesmo. E sempre que alguém me fala em pagar uma cerveja, eu aceito!!! rs Beijão)

  26. FaBríCiO-Z/S
    3 dezembro, 2008

    A PAZ NO MUNDO REINARÁ

    (Resp: Deus te ouça, querido. Um beijo procê, Fá)

  27. Ana Luisa
    3 dezembro, 2008

    do blog pro orkut, do orkut pro msn, do msn pra mesa de bar e da mesa de bar direto pro coração. Saudade

    (Resp: Que-ri-da. Saudade. Bastante. Vamos marcar algo? Um beijo enorme pra você e para as crianças)

  28. Vania
    3 dezembro, 2008

    ADOROOOOOOOOO….

    (Resp: Obrigaaaaaada! Um beijão)

  29. Ana Lacerda
    3 dezembro, 2008

    E bendita seja essa Thaís! heheh

    Felicidades sempre.

    Bjo grande

    (Resp: Bendita! Felicidade sempre pra todo mundo. Um beijo pra você também)

  30. Marilia
    3 dezembro, 2008

    Que fofíssima você, Leonor!
    beijos

    (Resp: Obrigada, Má. Beijo e te vejo em Campos de Jordão logo logo)

  31. Carol
    3 dezembro, 2008

    Ah Leonor, e tem como não gostar daqui e não voltar todos os dias para saber das novidades da sua família que já é um pouquinho ‘de casa’?
    Bjo pra vocês e muitas felicidades

    (Resp: Muito gostoso ser de casa! Obrigada pelo comentário fofo, Carol. Um beijão e felicidades procê)

  32. @anarina
    3 dezembro, 2008

    Eu assino o feed, claro. Mas ñ vejo o Google Reader sempre. Ainda assim, de tempos em tempos digo/penso “olha aí a Lelê no Gtalk, vou lá ver se ela postou”.

    (só há uma meia dúzia de blogs que me provocam esse pensamento)

    <3

    (Resp: Você faz falta aqui, Aninha. Volta logo pro Brasil, mas continue mandando suas notícias de La Coruña. Um beijo enorme)

  33. xtathix
    3 dezembro, 2008

    Eu e todo mundo aqui vibramos a cada post!
    hehehe
    =***

    (Resp: Eu vibro a cada visita tua aqui. A gente podia se encontrar, sem ser sem querer no centro da cidade, né? Saudade. Beijooooooooooo)

  34. Marcao Akamine
    3 dezembro, 2008

    Leitor silencioso e COrinthiano presente!
    Parabens Lele!a qualidade dos seus textos nunca cai!
    Beijocas!

    (Resp: Leitor das antigas você, né, Marcão?! Obrigada por estar sempre aqui. Um beijo alvinegro para você)

  35. desconjumina
    3 dezembro, 2008

    Lelê,
    acho que você tinha que resgatar os lay-outs do subversiva e do indecências, juntar com o do eneaotil e fazer alguma coisa com isso. Colocar no Flikr, num balão da goodyear, num outdoor na pompéia, sei lá, acho que vale a pena a comemoração.
    beijos

    (Resp: hahahahahhaha Só vocês entenderiam, né? Eu e mais uns dois pompeienses também. Beijo, Bru. Vamos marcar uma despedida de fim de ano)

  36. Carolina
    3 dezembro, 2008

    Vc não faz idéia da companhia que me faz. É uma delícia chegar em casa e ler o que vc tem a dizer. Impagavel!
    Um beijo bem grande e um abraço bem forte!

    (Resp: Que bom que te faço companhia! Fiquei feliz. Obrigada, viu?! Beijo bem grande pra você também)

  37. Fabricio Vicentim
    3 dezembro, 2008

    Oi Lelê…sou dos que lê seu blog sempre, mas que quase nunca comentada nada…hehehe

    Mas venho aqui todos os dias para ler e ver as “novidades”

    Bjos


    (Resp: Você sempre que pode deixa seu recadinho aqui, Fá. É muito legal isso. Um beijo e valeu!)

  38. mau
    3 dezembro, 2008

    gente, ela não joga sinuca mal, não. ganhou de mim, que ensinou o rui chapéu a segurar o taco :p

    (Resp: O Rui segurou seu taco? Meu mundo caiu, Mau)

  39. Dani Beilich
    3 dezembro, 2008

    É por tudo isso que eu venho aqui todos os dias (e fico bem brava quando vc não posta!!) e que sou tão sua fã.
    Beijocas. Amanhã tô de volta! :)

    (Resp: Não fica brava comigo! Se eu postar todo dia, minha chefe é que fica brava. E minha vida nem é tão interessante todo dia! rs Um beijo, querida. Sou fã tua também)

  40. Juju
    3 dezembro, 2008

    Sou da época do Subversiva, old school total, e sempre me emociono ou morro de rir com os seus causos Lelê! Oxalá permita que a nossa cervejinha pela Vila não vire lenda (ou nos Gaviões, ou no Pacaembu…hehehe). Beijos. Juju.

    (Resp: Não virará lenda. Vamos combinar, Juju!!! Um beijo, corinthiana)

  41. Juju
    3 dezembro, 2008

    PS – não gosto nada quando meu quadradinho vem em verde…umpf!

  42. Lisette
    3 dezembro, 2008

    Oi!! Conheci seu site ontem e não consigo mais parar de ler!!! Fico aqui no meu trabalho rindo do Luquinhas e imaginando o quão especial seu filho deve ser!! obrigada pelos momentos de diversão! e parabéns pelo Blog! BJos

    (Resp: O Luquinhas é mesmo muito especial. E não precisa agradecer não. Espero que mais momentos de diversão venham para eu compartilhar com vocês. Um beijão e obrigada)

  43. Drigo
    3 dezembro, 2008

    Aê! Escreva sempre sempre.
    E tá emotiva mesmo rs*.
    Bju!

    LHP

    (Resp: Escreverei, querido. Um beijão)

  44. RENAN BALBINO
    3 dezembro, 2008

    Leio seu blog a pouco tempo, porém já o suficiente para ler todos os arquivos. Gosto muito do modo espontâneo que escreve, e espero que continue escrevendo por muito tempo, seja nesse ou seja em um outro blog que venha a criar, afinal de contas mudar de vez em quando é bom. Ano que vem me mudo para São Paulo, devo ir morar na Liberdade, nao conheço esse lugar muito bem, mas quem sabe nao nos tornamos amigos de cerveja na sexta (ou sábado)? Um grande beijo e parabéns!

    (Resp: Você vai morar do lado de um dos meus melhores amigos. O lugar é legal e tem gente legal! De onde você é? Quando vier, vamos marcar sim. Um beijão e obrigada)

  45. Carina
    3 dezembro, 2008

    Valeu Thaís por representar os leitores silenciosos, e obrigado Leonor pelas suas palavras.
    Todas elas.
    AdoroO.

    (Resp: Obrigada, Carina, pelo carinho. Um beijão)

  46. papis
    3 dezembro, 2008

    Lele queria apenas provocar um comentário seu e agradecer a Deus ( em maiúsculo mesmo ) pela oportunidade de teres renascido na minha família. Também pela oportunidade de ver tanta gente boa e interessante ao teu lado. Beijos.

    (Resp: Sou quem eu sou porque sou filha de vocês dois. Amo muito, viu?!)

  47. amigo
    3 dezembro, 2008

    Leloca!
    E eu ainda tenho o privilégio de conhecer pessoalmente! Lindo post.
    saudades!
    bjs

    (Resp: O privilégio é todo meu, querido. Amo muito. Beijos com a maior saudades de todas)

  48. Bruna
    3 dezembro, 2008

    Lembrei agora quando achei seu blog! E VICIEIIII…vc sabe, já te falei. Saí da parte quietinha, nos falamos às vezes e sempreee passo aqui, não tem jeito! Tá nos favoritos do Portatreco!

    Já me falaram de exposição de blog e tudo mais. Quem liga? Sou como vc, sem me levar tão a sério! Seguimos em frente, rindo das histórias, desabafando, nos emocionando sempre…

    Adoro!
    Beijos

    (Resp: Eu tenho um carinho especial por você, mesmo sem te conhecer direito. Certeza de que se a gente se conhecesse melhor, viraria aquelas amigas botequeiras de todas as horas. Vamos marcar, né? Um beijão)

  49. Carol
    3 dezembro, 2008

    Seu irmão mora em jacarepaguá que é longe pra caramba, mas pertinho de onde eu moro!

    Rá!

    Empurraremos o pé na cachaça! hahahahaah

    Beijos

    (Resp: Tem alguma coisa perto de Jacarepaguá?? Ô se empurraremos então! Precisamos comemorar isso!)

  50. Renata
    3 dezembro, 2008

    As histórias do Lucas são simplesmente encantadoras. Ainda fico meio assustada com o senso de realidade e a esperteza das crianças… é uma pena que a gente vai perdendo isso com o tempo e poder ler essas histórias e fazer a gente relembrar um pouquinho do que é ser criança é muito bom!
    Fiquei um tempo sem acessar e só descobri hoje que foi aniversário do Luquinhas há milênios… de qualquer forma, desejo sempre o melhor para vocês, em qualquer dia.
    Eu sou das leitoras que silenciam… leio mto mais do que comento e sinceramente, nem ouse parar de escrever esse blog, pq aí sim você verá pessoas na porta do seu prédio te esperando sair, para protestar!rsrs
    Parabéns pelo Lucas, pelo blog, pelo Corinthians, mas te prepara pro vice que ano que vem o Mengão leva o título!!=D

    Bjks

    (Resp: Hahahahaha tá difícil pro Mengão levar o título, hein? Juro que torci esse ano para vocês! E podexá que não pretendo parar de escrevê-lo tão cedo! rs Obrigada pelo carinho e um beijo enorme)

  51. Franz
    3 dezembro, 2008

    “São 270 posts, 2.464 comentários, mais de 250 mil acessos até agora. Uma média de 1.200 visitas por dia nestes últimos meses.”

    Você deveria ganhar dinheiro com isso… Daí, quem sabe, daqui uns anos você coloca o endereço do seu blog na camisa do Corinthians.

    (Resp: hahahahhaa nem sei como se ganha dinheiro com um blog sem ser fazendo post pago. E post pago eu não faço. Me recuso. Um beijão)

  52. Franz
    3 dezembro, 2008

    xtathix // 3 Dezembro, 2008 às 11:22 am
    Eu e todo mundo aqui vibramos a cada post!
    hehehe
    =***
    (Resp: Eu vibro a cada visita tua aqui. A gente podia se encontrar, sem ser sem querer no centro da cidade, né? Saudade. Beijooooooooooo)

    Quer que eu force esse “sem querer” aí? E sim, eu li todos os comentários e respostas ;)

    (Resp: A gente bem que podia marcar um sorvete na Soroko nós 3 né? Eu ia adorar)

  53. Ana C.
    3 dezembro, 2008

    Você e sua família são o máximo! Adoro vir aqui ler sobre vocês, me sinto próxima e desejo tudo de melhor pra vocês!! Bjk

    (Resp: Obrigada, Ana!!! Um beijão especial para você)

  54. Paula Mirella
    3 dezembro, 2008

    É por esses e outros posts que o seu blog está nos meus favoritos há muito tempo!agente que agradece Leonor

    (Resp: Obrigada por sempre vir aqui e deixar o seu comentário carinhoso, viu? Um beijo grande)

  55. mau
    4 dezembro, 2008

    não. ele não segurou no meu taco, nem eu no dele. nestes lances, cada um segura o próprio instrumento, sacumé.. ;)

    (Resp: hahahaha valeu por avisar)

  56. Bianca Osses
    4 dezembro, 2008

    Sou mais uma das que lêem e ssilenciosamente voltam, todos os dias. Adoro. Dou muitas risadas, já me emocionei muitas vezes e rezei para o Lucas como se o conhecesse. Parabéns pelo aniversário do blog.E obrigada por compartilhar conosco tudo isso. Beijos!
    PS: Ah, prazer, meu nome é Bianca e cheguei aqui pelo blog da Monicake, rs.

    (Resp: Prazer, Bianca. Se é amiga da Mônica, é amiga minha! rs Obrigada pelas orações para o Lucas, isso ajudou muito a aguentar as pontas. Um beijo grande e valeu pelo carinho)

  57. Mônikita
    4 dezembro, 2008

    Leonor ….

    Parabéns não pelo blog mas pela linha de conduta que vc deu a ele.
    Pq é isso que fez toda a diferença.
    Claro que no mundo que vivemos a maldade alheia (em todos os sentidos) pode ser perigosa qdo expomos nossa intimidade.
    Mas a maldade está em todos os lugares não é msm?
    O que muda?
    O que muda é a linha de conduta que temos para lidar com ela.
    As escolhas que fazemos realmente fazem a pessoa que somos.
    Tudo na vida , qualquer coisa msm , inclusive a internet pode ser usada para o lado bom ou ruim.
    A escolha?
    A escolha é o condutor que faz.
    Parabéns pelo seu blog ele é: inteligente, leve , divertido.
    Gosto qdo msm de situações “adversas” vc não se coloca de vitima… bacana isso.
    Eu leio sempre e comento algumas vezes… gosto dos post do seu filhote… me idenfico neles com algumas pegadas tb da minha filha.
    Enfim… qdo fazemos as coisas de alma lavada e cara limpa não tem como dar errado não é msm?
    Tanto é verdade isso que essa transparencia sua aqui, lhe rendeu bons e valiosos frutos.

    Isso ai continue nos brindando com esse gostoso presente que são seus posts.

    Bjo Querida …

    Mônikita

    (Resp: Que comentário bonito! E concordo com você. Até vou tentar fazer um post sobre isso mesmo: minhas escolhas nesse ano. Foram difíceis, mas acho que acertei em quase todas. Um beijo alvinegro, querida, e obrigada pela força sempre)

  58. Hellen
    4 dezembro, 2008

    É isso aí. Fãzoca fiel e cada vez mais pissonada por esse blog, sua dona, sua família e suas histórias.

    Bjs.

    (Resp: Beeeeeeeeeeeeeeeeijos e obrigada! ;))

  59. Táta (Facul)
    4 dezembro, 2008

    Cheguei atrasada… Tudo isso é a correria, mas leio sempre e fico esperando novos textos! São todos maravilhosos, de um jeito ou de outro nos emociona… Sinto saudade da época da Facul e hoje penso que poderíamos ter aproveitado melhor a fase da Fajuta… Você e todos da família são pessoas muito queridas… Apesar da distância é nítido o caráter… Admiro vocês! Um beijo e saudade sempre!

    (Resp: Acho que o bom da faculdade é o carinho que ficou entre nós, mesmo que durante o tempo do curso a gente não tenha sido tão próximas, Tata. Obrigada por tudo sempre. Um beijo enorme)

  60. Não identificado
    4 dezembro, 2008

    Belo post hein…Tô chorando até agora aqui…rs Continua a escrever sim, pq vc manda bem…Ah, a gente podia marcar de ir tomar uma cervejinha um dia, jogar uma sinuca quem sabe…Queria mto te conhecer, sou seu fã…Bjos

    (Resp: Aí fica difícil marcar uma brejinha ou uma sinuquinha sem saber quem você é, né? Beijo)

  61. insupor
    4 dezembro, 2008

    pois fique sabendo que leio seu blog sempre, enchi meus olhos de lágrimas e dei risadas mais de uma vez diante do computador em pleno expediente com as suas histórias, que são muito bem escritas e contadas. saiba ainda mais, apesar de ser provavelmente a pessoa mais chata do mundo, admiro tudo que vc escreve e vc me influenciou muito a criar o meu blog tb. parabéns por ser a pessoa que vc é.

    (Resp: Opa, fiquei feliz com seu comentário. Bom saber que o Eneaotil influenciou seu blog, Paula. Super beijão e obrigada pelas palavras)

  62. Carol
    4 dezembro, 2008

    Tá, momento emotivo, lá vou eu…
    Eu li seu blog quando a Gabi (aquela que tem a casa mais fofa da internet) me falou que era sua amiga e que seu blog era legal. Desde então assinei o feed e acompanho e te conheci pessoalmente e achei que você não ia com a minha cara até o dia no Ibirapuera. Você é uma das pessoas mais simpáticas e sinceras que conheci nesse “meio” e prá mim é isso o que mais vale.
    Quanto ao blog… Eu estava no final de semana sem fazer nada (prá variar) e li, li, li, chorei, ri, li, li, li… E sempre que tem post novo eu leio pelo feed e tenho que te confessar: é um dos melhores blogs que eu leio, porque me faz sentir alguma coisa. Me faz sentir bem, me faz sentir paz, me faz sentir até raivinha da escola do Lucas que mandou só 3 convitinhos da formatura… Hahaha…
    Lelê, obrigada por fazer meus dias mais felizes com o que você escreve. Você começou com essa emice, agora eu tô aqui chorando no serviço, que patético…

    Te admiro MUITO, mesmo.
    Beijão.

    (Resp: Ah, que comentário fofo, Kakah! Obrigada pelo carinho, viu? E pára de chorar no trabalho porque ninguém vai entender! rs Beijão)

  63. Paula Brand
    4 dezembro, 2008

    Leonor,
    Sou viaciada no seu blog desde o indecências mas nunca deixei um comentário.
    No início do ano viagei para Buenos Aires inspirada pelas suas dicas e lá conheci meu namorado.
    Te adimiro mto e torço muito pra vc e para o Luquinhas!
    Beijos!

  64. Paula Brand
    4 dezembro, 2008

    Leonor,
    Sou viciada no seu blog desde o indecências mas nunca deixei um comentário.
    Em Janeiro viagei para BsAs inspirada nas suas dicas e lá conheci meu namorado.
    Mesmo sem te conhecer te adimiro muito e torço mto para vc e para o Luquinhas.
    Beijos

    (Resp: Ahhhhhhhhhhhhhhh! Quero ser madrinha!!! Que legal! Me conta toda a história por e-mail?? Ele é de lá?? Conta tu-do! Obrigada e um beijão)

  65. Thais
    4 dezembro, 2008

    Ai…o Ri já tinha te avisado q eu ia chorar né…chorei qnd vi o título do post…mas cacildes…depois q eu li tudo…nossa…chorei tanto, mas tanto, q fui deitar…nem conseguia tecer um comentariozinho q fosse…aí depois…vim pro emprego novo e num tinha computador…ATÉ Q ENFIM…hj to conseguindo escrever alguma coisinha…
    To surpresa…to feliz!! e posso dizer q esse ano foi mto importante pra gente!!! Acho q podemos fechar com chave de ouro né?? Ou melhor…pra fechar c chave de ouro vc ainda precisa aprender a jogar sinuca comigo…mas tudo bem, eu te dou umas aulinhas e nem cobro nada viu…
    Olha… vcs sabem q o Lu sempre teve um lugar bem grandão no meu coração…e ele me deu essa oportunidade maravilhosa de conhecer vc e sua família!! adoro vcs!! Pode parecer estranho, minhas amigas podem dizer q sou doida…mas e daí…se não acharem q sou doida por causa disso, vão achar por outros motivos…hehe
    Bejus!!!!!(até a próxima aula de sinuca…)
    Thá.

    (Resp: Estava preocupada porque você não comentava, Thá! rs Agora a gente precisa sair pra você me contar sobre o emprego novo. E nem vem com essa de me dar aulas de sinuca, porque você sabe bem quem joga muito ali: ninguém! hahahahahahhaa Adoro também. Que bom que gostou! Um beijo enorme)

  66. Karol
    4 dezembro, 2008

    Sou de SP sim, moro em Santana, mas trabalho na Paulista.
    Então…MEIGA nos seus textos…mas como li os arquivos imagino vc falando “CARALEO” e “PUTAQUEL” daquelesa nada meigos rsrsrsrs!

    Posso add no orkut?

    Beijos!!!!!!!!!!

    (Resp: Lógico que pode!!! Não acesso muito lá, mas sempre recebo os recados. Aí fica mais fácil de conversar! Um beijão)

  67. Helô
    4 dezembro, 2008

    Que susto…por um segundo eu pensei que não teria mais o prazer te poder ler os seus posts…de rir e de me emocionar com o seu dia a dia que é contado aqui de maneira tão leve e descontraída…sou uma das leitoras “quietinhas” que, como muitas outras, te “conhece” pelo eneaotil e espera ansiosamente por novas mensagens…

    grande abraço,

    Helô

    (Resp: Não vou terminar com o blog não! rs Não tão cedo. E se isso acontecer, pode ter certeza que dois dias depois abro outro. Obrigada pelo comentário e pelas leituras por aqui, Helô. Um beijão)

  68. Marcel Moreira
    4 dezembro, 2008

    Caraca…vc ta famosa…nem o Juca Kfouri tem tantos comentários assim no blog…posso ser seu amigo? Sou Corinthiano também…rsrsrs

    (Resp: Você já é meu amigo. :P Beijão)

  69. Ligia Francilino
    4 dezembro, 2008

    Oi Leonor, tudo bem?

    Não sei se lembra de mim, sou a Ligia uma das meninas do Informativo da Fiel. Bem, apesar das adversidades da época – que na minha opinião não passaram de bobagens sem a menor importância- Quero dizer que sou uma dessas pessoas que passam por aqui de vez em quando.

    Algumas vezes quando estou passeando por Blogs de amigos em comum, acabo dando uma passada no seu e confesso que me divirto horrores! Acho legal porque me identifico com um monte de coisas que você escreve, como: Jornalismo, Kung Fu, Corinthians, e sobretudo, por esse humor peculiar, eu diria.Rsrsrs

    Quanto às dicas de Buenos Aires eu ainda não tinha lido, e achei muito interessante, porque moro aqui há 9 meses e achei muito legal como você descreve a cidade e as pessoas. Bom, se estiver afim de voltar pra Buenos Aires e não estiver afim de pagar hospedagem, me avisa porque você fica aqui em casa.
    Ps: O convite se estende ao Luquinhas também, óbvio! (Olha só a intimidade – Isso que dá nos descrever com tantos detalhes, porque acabamos nos sentindo parte disto também, loucura, mas é verdade!!!)

    Enfim, pra eu que nunca tinha deixado um comentário, já me entendi demais!

    Um beijo e espero vocês aqui pra tomarmos uns vinhos ou dançarmos um Tango! rsrsrrs

    (Resp: Lógico que lembro, Lí. As diferenças da época de informativo ficaram lá pra trás, é disso que não me lembro rs! Fiquei feliz por você ler o blog. Eu soube que está morando em Buenos Aires. Juro que pensei em morar aí também quando conheci esse lugar. Onde está morando? Quero voltar praí em 2009. Obrigada pelo convite, viu?! E pelo carinho. No ano que vem a gente vai dançar um tango e encher a cara de vinho, se deus quiser. Um beijão e cuide-se)

  70. Annie
    4 dezembro, 2008

    Oi
    Sempre leio, mas hoje resolvi comentar tb!!
    Adoooorooo, faz meus dias melhores!
    E o Lucas é simplesmente o máximo, amo as histórias dele e sinto saudades dessa fase do meu filho, q hj já tem 13 ( mas ainda é o máximo).
    E pena q eu moro longe, senão a cerveja era certo..hehe
    beijos e parabéns pelo blog e pelo filho tão especial q tens.

    (Resp: Obrigada, Annie. E onde você mora? Um dia você deve vir pra Sampa. Aí é só marcar a cervejinha. Um beijo)

  71. Fersi
    4 dezembro, 2008

    Eu adoro o teu blog! Tem pouco tempo que conheço, mas me identifiquei de cara. Na maioria das vezes passo aqui, silenciosa, só leio, me identifico com quase tudo, mas não digo nada.
    Acho muito interessante essa coisa de blog. Me fez mudar muita coisa na minha vida e me abriu muito a mente. São tantas pessoas, com tantas idéias e pensamentos diferentes, mas que no fim se assemelham tanto.
    Adorei a história em relação à Thais. Acho que um amigo que se faz já vale completamente a pena. Ainda mais quando esse amigo faz com que o filho fique mais feliz e tudo fique mais leve. Acho bom quando vejo histórias assim. Talvez porque meus pais tiveram isso, de serem amigos mesmo separados. Pena que não durou tanto tempo.
    Admiro!
    Abraço!!!

    (Resp: Obrigada pelos seus comentários de sempre por aqui, Fersi. Nem sempre respondo, mas leio todos. Um beijo e continue vindo, tá?)

  72. Renata
    5 dezembro, 2008

    Lele, vc não está entendendo, é tudo uma questão de logística, tudo programado… o Flamengo tá só na preparação… o que aconteceu esse ano foi pegadinha do malandro maaaaas ano que veeeeem… hahahaha

    Pior que é só o que resta mesmo, torcer pro ano que vem pq esse aqui já eras!=(

    Agora tb sou grêmio desde criancinha(aff) pq as bibetes tricolinas de novo nãoooo!!!

    Bjs pra vcs!

    (Resp: Curtiu mesmo foi a queda do Vasco, né?? rs Ano que vem a gente se encontra. De repente rola até um Corinthians X Flamengo no Maraca, hein? Seria divertido! Beijão)

  73. Remo
    5 dezembro, 2008

    Leio seu blog desde o subversiva. Vc escreve muito bem e conta boas histórias. Muito bonita e inteligente. Sou fã.

    (Resp: Eba, você é balzaco de blog! rs Obrigada, viu? Um beijão)

  74. Dehli
    5 dezembro, 2008

    Apesar de cobrar comentários no meu blog (se bem que chamar aquilo de blog no SEU é piada…), mas também sou leitora silenciosa. Mas sou fã.

  75. Dehli
    5 dezembro, 2008

    Apesar de cobrar comentários no meu blog (se bem que chamar aquilo de blog no SEU é piada…), também sou leitora silenciosa. Mas sou fã.
    (jornalista corrigindo o português, mesmo não estando ‘nem muito aí pra ele’, quando escrevo em blogs).

    (Resp: Valeu, Dehli. E vê se aparece no próximo encontro da faculdade, hein? Deve ser em 2009 mesmo porque a gente só se encontra uma vez por ano, mas é bem divertido. Um beijão)

  76. Jessica Rabbit
    5 dezembro, 2008

    Inclua na lista de interatividade com o blog e suas histórias aquelas pessoas que se inspiram e temem menos a maternidade.

    (Resp: E aí??? Vai ter coragem em 2009??? Eu quero um sobrinhoooooooooooo ou uma sobrinhaaaaaaaaaaaaa. Um beijo, Jô querida. Adoro e sinto saudades)

  77. Mariana
    5 dezembro, 2008

    Putz!!! Não sei se é o final de ano e esse clima natalino, mas putamerda!!!
    Não faz a gente se emocionar assim no trabalho!
    Eu tenho que manter minha fama de má aqui no trabalho!!!

    Leonor parabéns por tudo o que vc escreve… pelos seus olhos (e textos) a vida fica realmente mais divertida!

    beijos

    Mari (ahh eu comento de vez em nunca…)

    (Resp: rs Desculpe por ter manchado sua fama de má por aí! rs Obrigada pelos comentários e pelas visitas silenciosas também, viu? Um beijão!)

  78. moniquinha
    5 dezembro, 2008

    ó, só tenho a dizer o seguinte… du kct! sempre melhora meu dia, e me faz sorrir mais gostoso! que bom quando vejo post novo..!

    (Resp: Ei, que bom!!! Escrever e saber que isso fez o dia de alguém melhor é gostoso demais. Um beijo e obrigada, Mônica)

  79. Lara
    6 dezembro, 2008

    Que linda! Adorei te conhecer viu?! Santa interneta! bjos

    (Resp: Eu também adorei, Larinha. Um dos bons presentes de 2008, certamente. Ainda vamos rir muito por aí. Um beijo enorme)

  80. Gabi
    7 dezembro, 2008

    Leonor, tem mais é que escrever mesmo!
    Vc é uma pessoa muito cativante e divertida. Seus textos com certeza fazem o dia de muita gente mais leve.
    Tem um monte de amigo meu que le seu blog e na proxima ida a Sampa vamos combinar de tomar uma cerveja contigo, pq se tem uma coisa que transparece aqui é que vc é uma pessoa que muita gente quer conhecer e ter por perto.
    Parabens pelo talento de saber se mostrar de uma forma tao legal pro mundo e parabens pelo filho que tem, pq esse aí é impagavel!
    bjs

    (Resp: De onde você é, Gabi?? Vamos marcar quando voltar por aqui, com certeza. Obrigada por ler o blog e indicar para os seus amigos, viu?! E você é muito talentosa também. Vi suas fotografias! ;) Um beijo enorme e valeu pelo comentário fofo)

  81. Carolina
    8 dezembro, 2008

    Oi, sou mais uma “leitora silenciosa” do teu blog. De vez em quando conto na hora do almoço aqui em casa alguma história do Lucas… As pessoas até já sabem quem é… Gosto muito das coisas que tu escreve. Continue assim!
    :)
    um beijo de porto alegre.

    (Resp: hahaha Luquinhas também está famoso em Porto Alegre? Obrigada pelo carinho e um beijo enorme)

  82. wawa
    8 dezembro, 2008

    Falando do meu marido tá ótimo. Não precisa escrever de mais nada.

    Beijão Sogra.

    caçula

    (Resp: pô, Wawá! rs Também não é assim, né? Há vida além da mãe do Lucas! rs Um beijo, gata)

  83. Flá
    8 dezembro, 2008

    Eu leio quietinha tbm..hehe Quietinha só pq não comento aqui, já que as vezes vc fala umas coisas tão engraçadas que comento com meio mundo..hehe Eu e meu namorado achamos teu blog quando planejávamos a viagem pra Bs As.. E choramos de rir com o “mini-guia mais realista do mundo”! Daí pra virar vício e estar sempre esperando novas histórias foi um pulo.. Fora que me empolgo, então, como meu namorado mora do ladinho da pompéia e vivo andando por ali vejo os lugares e falo: aaaaaaaai!! Olha que era desse lugar que ela tava falando!!! (e meu namorado ri de mim pq me empolgo de descobrir essas coisinhas, acha??rs) Aproveitei o teu post só pra criar coragem (e tomar vergonha na cara) e te dizer que curto muito as coisas que vc escreve!! =)) Muito show meeesmo!

    (Resp: Ah, eu sabia que as dicas de Buenos Aires renderiam bons leitores e possíveis amigos, sabe? Além de ajudar quem fosse para lá. Por isso mesmo as deixei por ali, mesmo nem namorando mais o ex. Onde mora seu namorado? Dia desses a gente se encontra sem querer na Pompéia então, né? rs Um beijo e obrigada pelo carinho)

  84. Adriano
    9 dezembro, 2008

    Oba! A Leonor tá com o espírito de Natal e dedicando uma resposta prá cada um…

    Então, eu também quero a minha também, bem caprichada, viu?

    Prá você, um GRAAANDE Natal, e um ano novo com muita saúde, paz, amor e dinheiro.

    Pro Luquinhas e prá todas crianças do mundo, um ano-novo Abençoado.

    (Resp: Opa, querido. Obrigada pelos votos, pelos comentários por aqui sempre cheios de carinho. Espero que passe as festas de fim de ano do lado de quem você gosta, com todas aquelas coisas boas que a gente deseja para pessoas queridas. E um ótimo ano de 2009. Que continuemos juntos por aqui, né? Um beijão!)

  85. Flá
    9 dezembro, 2008

    Oie!

    Mora na cotoxó, pertinho da casa do espeto =P Opa, encontramos sim (e aproveitamos pra tomar uma cervejinha?hehehe)

    beijos

    (Resp: Por ali é cheio de barzinho delícia. Vamos combinar uma cervejinha. Beijão)

  86. Ricardo|Martins
    9 dezembro, 2008

    oi! acesso seu blog todo dia desde a nike 10k.
    todo dia fica esperando por mais um post engraçado ou sensivel
    sobre vc e o seu kung fu ou sobre a familia imaginaria do Luquinhas..rs

    obrigado por mais um belo post

    Ricardo – leitor silencioso e pissionado

    (Resp: Você correu a Nike 10k também? Corajoso! Corri outra depois, a Vênus, só para mulheres. Estou acumulando uns km. A gente podia receber isso em um programa de milhagem depois né? Obrigada por acessar, Ricardo. E pelo comentário carinhoso. Um beijo grande)

  87. Pablo
    9 dezembro, 2008

    Eu não acompanho esse blog. E não gosto muito da dona dele..ehhehehe

    Beijão LeLê.

    E obrigado pro ter levado o El Gordo pro corinthians..ehehhee
    Chegando em casa eu sacaneio a clau.

    (Resp: Pablito, vou tentar ir para o Rio em 2009, hein? Quero passeios! E esconde essa dor de cotovelo flamenguista aí, faz favor. Beeeeijo pra você e pra Clau)

  88. Alinão
    10 dezembro, 2008

    Olha, não querendo comparar, mas tirando esses blogs de celebridades (mas que minha memória não me permite lembrar de nenhum) nunca vi um post com 87 comentários, por exemplo. Tudo bem que foi colocado dia 02, mas mesmo assim!!!
    Ainda bem que essa maravilha de wordpress fez a gentileza de me deixar postar um comentário aqui (pq é difícil ele funcionar…), pq sei que serei a 88ª a escrever, mas não poderia de deixar público – pela 20ª vez – o quanto amo este blog, esta meninota e o quanto fico extremamente triste quando entro aqui e não tem atualização…
    Bjo na bunda nega

  89. Flávia
    11 dezembro, 2008

    Opa! Fecho fácil! é só marcar

    O Aroeira é sempre uma boa pedida com seus (micro) bolinhos de feijoada..hehehehehe Mas a cerveja é beeem gelada.. =P

    Bjo

  90. Sabrina Abud
    12 dezembro, 2008

    Olá!! Eu tb leio sempre!! Acompanho desde o subversiva… Bjão

  91. Pingback: Carta para o Papai Noel - por Thaís* « Eneaotil

  92. Ghislaine
    25 dezembro, 2008

    Oi Leonor!!!!
    Acho que você nem vai lembrar de mim. Mas nos conhecemos numa bienal do livro, você trabalhando para a Dryzum e eu para a Martins Fontes fantasiada de Bilbo… (abafa!)
    O caso é que foram dias divertidíssimos! Adorei te conhecer!!!!
    E sou uma das que te acompanha aqui calada.
    Acho que você escreve muito bem e tem um senso de humor peculiar. Continue escrevendo, sempre!!!! E que 2009 seja uma ano de realizações mil…
    Beijo (em você e em toda a família!)

  93. Pingback: 2008: o ano que não acabou « Eneaotil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 2 dezembro, 2008 por em Sem categoria.
%d blogueiros gostam disto: